Cooperativa pede punição após apicultor ter prejuízo de R$ 12 mil com envenenamento de colmeias em Monsenhor Hipólito

0
- Em breve um anúncio top aqui -

O presidente do Central de Cooperativas Apícolas do Semi-Árido Brasileiro (Casa Apis), Antonio Leopoldino, pediu uma investigação mais rigorosa com objetivo de descobrir os responsáveis pelo envenenamento de 24 colmeias na cidade Monsenhor Hipólito, região Sul do Piauí. O crime aconteceu no dia 12 de fevereiro deste ano e resultou em um prejuízo de R$ 12 mil para o apicultor Jeovan José de Sousa. Para ele, foi um ato criminoso contra o Meio Ambiente.

“Faço um apelo para descobrir que são os elementos que fizeram isso, foi um ato de vandalismo. A polícia precisa saber quem é esta pessoa porque está fazendo a coisa errada e porque ela tem pagar por isso”, disse o presidente.

O apicultor lamenta o que aconteceu.“Eu tive um prejuízo, mas quem mais pede é a natureza. Tirar vida destas abelhas não era necessário. Aqui ficou inútil”, disse o apicultor.

A cidade de Monsenhor Hipólito faz parte de região considerada como uma das maiores produtoras de mel do Piauí. Os apicultores temem que mesmo aconteça em outros apiários e a produção deste ano seja prejudicada, já que há uma estimativa de crescimento de 10%. Em 2018, os apicultores produziram mais de cinco mil toneladas de mel.

Fonte: G1 Piauí

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here